sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Resenha, coleção "Chess Classics": Questions of Modern Chess Theory, a soviet classic, de Isaac Lipnitsky

Título: Questions of Modern Chess Theory, a soviet classic (Questões da Teoria Moderna do Xadrez, um clássico soviético)
Autor: Isaac Lipnitsky
Editora: Quality Chess (Glasgow, Reino Unido)
Ano: primeira edição em russo de 1956. Edição britânica de 2008.
Formato: brochura
Páginas: 228
Idioma: Inglês




Este livro, considerado uma das mais influentes obras enxadrísticas entre os mestres soviéticos, tendo sido publicado originalmente em 1956 e até então inédito em língua inglesa. Infelizmente ainda não contamos com uma tradução castelhana ou portuguesa - que nos é mais acessível - desta pérola da maestria do rei do jogos.

Seu autor foi um fenomenal dos tabuleiros, e teria se consagrado ainda mais se a morte não o tivesse levado em idade precoce em 1959. Esta obra é, de forma unanime, tida como um dos mais influentes livros de xadrez do século XX.

Não se trata de um tratado, no entanto aborda tema para os mais iniciado, discutindo problemáticas partindo do pressuposto de que o leitor já tenha o conhecimento básico das estruturas e problemáticas postas no tabuleiro. 

O livro é dividido em 16 capítulos, escrito de uma forma livre, mais um debate, no qual o autor levanta mais questionamentos do que respostas, acerca de questões que na época estavam formando o que depois veio a ser conhecida como a "escola soviética de xadrez". Ele aborda temas como o centro, a mobilização das peças, a iniciativa, os gambitos modernos, entre outros.

Pode-se afirmar que a obra está a frente de seu tempo, buscando resolver problemas num momento transicional entre velhas e conservadoras formas de manusear a arte enxadrística, rumando para outras diferentes e mais modernas.

Para quem está avançando nos seus estudos de xadrez, vale a pena investir neste belo livro, que muito lhe ajudará a dar passos largos rumo a maestria.

O que foi dito do livro:

"Este livro soberbo obteve uma enorme reputação na URSS, e com uma boa razão... definitivamente o livro do mês, e muito provável o livro do ano" Bernard Cafferty, BCM

"'Questions of Modern Chess Theory' se lê como um livro de Dvoretsky - em todo lugar o autor delineia regras e princípios, mas nunca de uma forma de uma simplificação exagerada da sua posição... extremamente recomendado" IM Sam Collins, Chess Today

"Mesmo depois de 50 anos este trabalho permanece uma obra prima" John Elburg