domingo, 23 de agosto de 2015

Os 18 títulos mais vendidos para alunos do ensino médio no Brasil

Este post é baseado em publicação de Estante Virtual:
http://blog.estantevirtual.com.br/2012/02/16/conheca-os-18-livros-de-literatura-mais-pedidos-no-vestibular/

O blog da Estante Virtual listou os 18 títulos mais vendidos para alunos do ensino médio (no meu tempo "2º grau" kkk).
Gostaria de tecer alguns comentários sobre eles, primeiro listando, mas somente os 10 primeiros:

1) OS LUSÍADAS (Camões)
2) IRACEMA (José de Alencar)
3) DOM CASMURRO (Machado de Assis)
4) MACUNAÍMA (Mário de Andrade)
5) O CORTIÇO (Aluízio Azevedo)
6) A HORA DA ESTRELA (Clarice Lispector)
7) MEMÓRIAS DE UM SARGENTO DE MILÍCIAS (Manuel Antônio de Almeida)
8) OS SERTÕES (Euclides da Cunha)
9) AUTO DA BARCA DO INFERNO (Gil Vicente)
10) A MORENINHA (Joaquim Manoel de Macedo)

Sou muito criticado por esta minha opinião a ser expressa neste post, mas, vamos lá, tenho certeza que vou ter o apoio de meu público "teen".

Como um livro como Os Lusíadas pode vir em PRIMEIRO lugar nesta lista??? Trata-se de um poema "épico", escrito num português arcaico, todo rimado, soltando folguedos pelas "conquistas portuguesas", quando todo mundo sabe que fomos invadidos pelos "conquistadores". Um livro pesado, maçante, que claro, NÃO NEGO, é um clássico e DEVE SER LIDO, mas numa idade madura!!



Sobre Dom Casmurro. O livro é MUITO BOM, mas ou eu sou muito burro ou sei lá o que, porém a história só fez algum sentido para mim - sentido lá no fundo da alma do leitor - quando o reli aos 30 anos. É preciso ter tomado um grande PÉ NA BUNDA para entender Dom Casmurro, que no ensino médio isso ainda, em tese, não aconteceu (pezinhos na bunda, para não ser injusto...). Posso até dizer que algum tipo de curso de CORNOLOGIA, como dizia Tim Maia, faz parte desta obra. Fica pergunta se Capitú, a mulher de Bentinho, os personagens principais, traiu ou não o marido. No tempo em que foi escrito o romance - conforme li em várias criticas - parecia EVIDENTE que Capitú era quase uma p..., pelo menos uma adultera. Hoje, pela genialidade do autor, essa pergunta paira no ar e o livro tem um "final aberto", o que é maravilhoso, pois ficamos remoendo a história que nos fascina.

Macunaíma, que me perdoem, por favor, posso ser linchado, mas detestei. O livro é uma confusão sem fim. Pode ter seu valor, etc. etc. mas é uma zorra total. O filme é horrível, uma gritaria, parece aqueles filmes italianos de comédia em que todo mundo fala ao mesmo tempo e o áudio é péssimo. Não consegui chegar até o fim. Dormi...


Os Sertões é uma obra épica, um clássico, um livro mais que maravilhoso, mas também de uma complexidade um pouco avançada para um adolescente do ensino médio. 
A luta de Canudos ficará eternamente gravada como uma as batalhas mais importantes da história do Brasil e Euclides da Cunha foi testemunha ocular, registrando de forma única a realidade do sangrento conflito. 

(Abrindo um parêntesis, acredito que ao menos no Rio Grande do Sul, o livro Videiras de Cristal, de Luiz Antônio de Assis Brasil, deveria entrar não digo como leitura obrigatória, mas como leitura, pois ele trata também de uma guerra semelhante a Canudos, a Batalha dos Muckers, acontecida entre imigrantes alemães e o governo federal, na cidade de Sapiranga/RS. Videiras de Cristal, sem perder a elegância e a qualidade, pode ser uma grande introdução a Os Sertões...)

Auto da Barca do Inferno realmente vale ser lido. Precisa-se de um pouco de massa encefálica, mas o livro tem partes extremamente engraçadas, sátiras do clero, da burguesia e do conservadorismo da sociedade de Lisboa da época. É extremamente cômico.

Podem me chamar de ignorante, mas os outros eu não li. Talvez ainda o faça, ou então nunca lerei. Não sei...